Os benefícios do café para as mulheres


      Pesquisa indica que a cafeína pode alterar a química do cérebro, e mostra ainda que o consumo diário combate depressão e estresse. E aponta a necessidade das mulheres consumirem duas ou mais xícaras diariamente.

      Um teste realizado pela Harvard Medical School em mais de 50 mil enfermeiras apontou que somente 2.600 possuíam sinais de depressão durante os 10 anos de pesquisa, e foi relatado ainda que a maior parte delas não consumiam café.

      Em contra partida aquelas que consomem quatro ou mais xícaras, tem 20% a menos de propensão a sofre depressões e outras doenças relacionados ao cérebro. A pesquisa aponta que consumidoras regulares de café estão mais propensas a fumar e beber álcool. E também estão menos propensas a ficar acima do peso e a sofrer pressão alta.

      Os cientistas afirmam que a pesquisa contribui para outros estudos que indicam que consumidores de café têm índices de suicídios mais baixos que os normais.

       Os pesquisadores acreditam que a cafeína seja o principal agente nesse processo, já que a substância é conhecida por sua capacidade de realçar sentimentos de bem estar e de energia.

O sexo começa no cérebro


      Pesquisa norte-americana revela que o ato sexual é responsável por estimular 30 áreas diferentes do cérebro. E mostra também que as descargas hormonais liberadas na hora do orgasmo são diferentes para homens e mulheres.
      O cérebro após o orgasmo libera aciona uma parte que está relacionada à recompensa, o que faz com que a pessoa sinta satisfeita com o ato. Na mulher o sistema nervoso bloqueia a dor, dando a ela somente a sensação do prazer.
      Durante a relação sexual uma variedade de hormônio é produzida pelo organismo, sendo um deles a ocitocina, substância que nos deixam mais confiante e responsável por diminuir nossas defesas emocionais. As mulheres produzem ocitocina que os homens, logo são mais propensas a se apaixonar após o sexo.
      O sexo além de prazeroso traz benefícios à saúde. Melhora a oxigenação cerebral e produz células que ajuda combater a demência, sem contar que o orgasmo é um analgésico natural e ajuda a prevenir a depressão. Mas cuidado, pois durante a relação muita dopamina é liberada, e é ela a responsável por causar dependência, o que causa compulsão sexual.

Peeling, tratamento que exige cuidados


     Cuidar da pele deixou de ser uma vaidade e passou ser um dever de todas as mulheres. Um dos procedimentos mais utilizado é a pratica do peeling que consiste em descamar a epiderme velha para que nasça uma nova em seu lugar. Mas cuidado essa técnica pode causar alguns probleminhas.

     Com o tratamento a pele fica sensível, então alguns cuidados são necessários. Como a exposição ao sol logo após a sessão, ação que pode trazer complicações como manchas e cicatrizes, para evitar que isso aconteça o uso diário de protetor é essencial, assim como aplicações de hidratantes.

     A pratica caseira do peeling também pode ser perigosa para a pele, já que os produtos comercializados em drogarias contem diversas substâncias químicas que podem causar alergia, além de ter uma efetividade muito inferior dos realizados em clinicas.
     Antes de qualquer sessão é recomendável ir ao um dermatologista para avaliação e evitar contratempos futuros ou até mesmo alguma complicação.

Inspire-se em projetos de varandas

           A varanda está presente em boa parte dos novos projetos de casas e apartamentos. O problema é que nem sempre a decoração escolhida torna o lugar convidativo e, nesses casos, pode se tornar um espaço "morto".
          Entre as dicas para evitar erros, está lançar mão de móveis aconchegantes. Vale ainda investir em iluminação, plantas, espaço gourmet, música ambiente, fontes e até ofurô (se houver espaço, é claro).
          Confira as fotos abaixo de algumas varandas decoradas. Inspire-se nas sugestões.

      A varanda de cores claras ganha um toque a mais com a escultura na parede de folhagem. O projeto é da designer de interiores Cristina Barbara. Informações: (0xx11) 3842-8562;

      O aconchego é um fator determinante para que a varanda seja frequentada. Portanto, aposte em móveis confortáveis, como os da foto. O projeto é do escritório Tieppo & Gonzalez. Informações: (0xx11) 3854-5654;

      O verde sempre é bem-vindo em varandas de casas e apartamentos. Vale incrementar os vasos com ganchos (R$ 32 cada) para pendurar lampiões (pequeno: R$ 42; grande: R$ 64; caixa imperial: R$ 78), como os da loja Arandela Casa e Presentes. Informações: (0xx11) 3044-1431;

      Encher a varanda de móveis, vasos e objetos decorativos pode atrapalhar a circulação. Portanto, avalie a praticidade do projeto. A proposta da foto conta com peças da Butzke. Informações: (0xx47) 3312-4000;

      A varanda da foto, decorada com peças da Butzke, ganha colorido com cadeiras "preguiçosas" azul e vermelha;

      Para que a varanda não vire um espaço inutilizado, deve ser convidativa, como a da foto, decorada com peças da Butzke;

      A varanda idealizada pela designer de interiores Cristina Barbara conta com mesa para seis lugares, além de uma bancada.

Quem é agressivo ganha mais


      Se você é agradável demais no escritório, saiba que pode estar com um salário menor do que o daquele seu colega agressivo. Pelo menos é o que diz uma pesquisa da Universidade de Notre Dame do estado de Chicago, nos Estados Unidos. Segundo os estudiosos, as mulheres agravádeis ganham 5% menos — e os homens, 18%.

      E por que isso acontece?  Bem, parece que os chefes e as empresas dos Estados Unidos não relacionam uma pessoa gentil e cooperativa com um profissional que entrega altos resultados. Para eles, ser legal não é tão fundamental assim, ainda mais se você for homem. No caso das mulheres, há uma expectativa de que elas sejam mais simpáticas, por isso as diferenças entre salários entre mulheres fofas e mulheres com a faca nos dentes é menor.

Você concorda com a pesquisa?


Fonte: Nova

Banhos no Mar Morto podem reduzir açúcar no sangue, diz estudo

Uma rápida imersão no Mar Morto ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue e poderia melhorar as condições médicas dos diabéticos, revela estudo preliminar de uma equipe de pesquisadores israelenses. 
A pesquisa, desenvolvida por uma equipe da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Ben Gurion, em coordenação com o Centro Médico Soroka de Beer Sheva fornece novos dados sobre os benefícios das águas extremamente salgadas do Mar Morto, cujas propriedades são conhecidas para o tratamento de doenças como a psoríase. As novidades do estudo constam na edição desta terça-feira, 30, do jornal Ha'aretz. 
O estudo teve a participação de 14 indivíduos com idades entre 18 e 65 anos e portadores de diabetes do tipo 2. 
Todos foram colocados dentro de uma piscina de água do Mar Morto a uma temperatura de 35 graus centígrados, e após 20 minutos de uma única imersão, registraram redução significativa de 13,5% dos níveis de glicose no sangue: de uma média de 163 mg/dl para 151 mg/dl imediatamente após ao banho. 
Uma hora depois de permanecer mergulhado na piscina, os níveis de açúcar se reduziram ainda mais, até alcançar 141,4 mg/dl. 
Pelo contrário, um teste de controle na qual os participantes do estudo permaneceram 20 minutos submersos em água normal não causou nenhuma alteração nos níveis de glicose, mas mudanças nos níveis obtidos imediatamente após permanecer uma hora em água.
Outro grupo de controle com seis pessoas saudáveis não produziu nenhuma diferença significativa entre os níveis contabilizados antes e depois da imersão em uma piscina de água do Mar Morto e em água doce. 
Os pesquisadores também comprovaram que a curta imersão em água do Mar Morto não afetou outros valores do sangue dos indivíduos analisados, incluídos os níveis de insulina e hormônios de cortisona, assim como de peptídeo C, uma substância que em quantidade igual à insulina é liberada pelo pâncreas na corrente sanguínea.
Os resultados da pesquisa serão publicados na edição deste mês da revista da Associação Médica de Israel "Ha'Refua". 
"Estes são resultados de um estudo inicial ainda difícil de tirar conclusões neste ponto", manifestou o chefe da equipe, o professor Shaul Sukenik, da Universidade Ben Gurion.
Mesmo assim, o pesquisador classificou os resultados de "promissórios". O próximo passo é estudar o que ocorre com os níveis de glicose quando os indivíduos tomam banhos de mais de uma hora. 
"Em caso de os indícios se comprovarem em estudos posteriores, a redução da glicose no sangue permitirá aos diabéticos que banharem-se no Mar Morto reduzir sua medicação", concluiu Sukenik.

Fonte: Estadão

Veja 6 coisas que os homens notam em uma mulher

      Eles viram o pescoço para muitas coisas que as mulheres já estão cansadas de saber: um bumbum bonito, pernas torneadas ou um belo par de seios. Mas segundo o site da revista Cosmopolitan existem alguns elementos pouco previsíveis que os homens reparam seis segundos após conhecer uma mulher.
     De acordo com a publicação, um novo estudo sugere que a aparência física de uma pessoa permite que o outro forme primeiras impressões surpreendentes. Confira abaixo as fotos e imagine quais sensações pode estar despertando nos homens.

Seu sorriso: a ideia de que eles se encantam com o sorriso feminino parece doce e genuína, e até um pouco forçada, segundo indica a revista;